Depois da Davis, Melo disputa três torneios na China

Marcelo joga o primeiro torneio em Shenzhen (Foto: Marcelo Pereira / Divulgação)
Após o confronto diante do Japão, defendendo o Brasil na Copa Davis, o mineiro Marcelo Melo permanecerá na Ásia para uma sequência de três torneios na China, em quadra rápida: Shenzhen Open (ATP 250), China Open (ATP 500) e Shanghai Rolex Masters (Masters 1000). As competições têm início na segunda-feira (25).

Melo disputará dois dos três torneios com seu parceiro, o polonês Lukasz Kubot: o ATP 500 em Beijing – de 2 a 8 de outubro – e o Masters 1000 em Xangai – de 9 a 15 de outubro. Antes, a partir do dia 25 deste mês, ele jogará em Shenzhen formando dupla com seu amigo, o alemão Alexander Zverev, 20 anos, atual número quatro do mundo no ranking de simples da ATP.

“São poucas as oportunidades de jogar com parceiros diferentes, já que tenho uma parceria fixa com o Kubot. Então, agora, surgiu esta chance com o Zverev e decidimos disputar, juntos, o torneio em Shenzhen. Tenho certeza que será bem legal essa experiência, poder estar lá com um grande amigo como ele. Aí, na sequência, volto a me reunir com Kubot em Beijing e Xangai”, afirma Marcelo, que tem o patrocínio de Centauro, BMG e Itambé, com apoio da Confederação Brasileira de Tênis.

No ranking mundial individual de duplas, Melo é o atual número três do mundo. Kubot aparece em quarto. Juntos eles lideram o ATP Doubles Team Race to London, já classificados para o ATP Finals, que reúne as oito melhores parcerias do ano, em novembro, em Londres, na Inglaterra.

Na Davis, em confronto que terminou na madrugada desta segunda-feira (18), em Osaka, no Japão, a dupla formada por Marcelo e Bruno Soares conquistou o único ponto da equipe brasileira no confronto, que terminou com a vitória dos japoneses por 3 a 1.

Melo e Soares vencem nas duplas, mas Brasil não passa pelo Japão

Marcelo teve de esperar dois dias para entrar na quadra (Foto: Rudy Trindade)
Os mineiros Marcelo Melo e Bruno Soares marcaram o único ponto da equipe brasileira no confronto diante do Japão, que valia uma vaga no Grupo Mundial da Copa Davis em 2018 e terminou na madrugada desta segunda-feira (18), pelo horário de Brasília. Os japoneses venceram o playoff, disputado no Utsubo Tennis Center, em Osaka, por 3 a 1, ganhando as três partidas de simples realizadas.

Depois de dois adiamentos do jogo de duplas, em função das chuvas e de um alerta de tufão na cidade de Osaka, Melo e Soares venceram Yasutaka Uchiyama e Ben McLachlan por 3 sets a 0, parciais de 7/6 (7-2), 6/4 e 6/2.

“Fizemos uma boa partida, jogamos muito tempo juntos, eu e o Bruno, e temos um bom entrosamento. E é sempre um prazer defender o Brasil na Davis”, afirmou Marcelo, que tem o patrocínio de Centauro, BMG e Itambé, com apoio da Confederação Brasileira de Tênis.

Com a derrota, o Brasil permanece na 2ª Divisão da Copa Davis e disputará o Zonal Americano no próximo ano.