Melo participa do lançamento do Correios Celular em Belo Horizonte

Melo na apresentação da telefonia móvel dos Correios (Foto: Divulgação)
Marcelo Melo esteve na manhã desta quinta-feira (8) na Agência Central – JK dos Correios, no centro de Belo Horizonte (MG), para participar do lançamento do ‘Correios Celular’, o mais novo serviço dos Correios que está chegando à capital mineira.

O ‘Correios Celular’, a telefonia móvel dos Correios, passa a ser operado por 134 agências postais da região metropolitana de Belo Horizonte com DDD 31. É resultado de uma parceria entre os Correios – patrocinador da Confederação Brasileira de Tênis – e a EUTV.

Rio de Janeiro, Distrito Federal e entorno, assim como a região metropolitana de São Paulo, também já contam com o serviço. Desde março de 2017 foram comercializados mais de 15.000 chips.

Participaram da cerimônia, na Agência Central, ao lado de vários convidados, Juarez Pinheiro Coelho Júnior, diretor regional/MG dos Correios; Ion Moreira da Silva Junior, presidente da EUTV; Joimar Lúcio Martins, do SUPEX/VIREV; Woonye Mendonça Macedo de Mello, gerente corporativo DEOPE/VIREV; e Ara Apkar Minassian, da equipe técnica do Projeto Correios Celular.

O mineiro Melo está ao longo desta semana em Belo Horizonte treinando para a disputa de seu próximo torneio na Europa. É o Ricoh Open – ATP 250, que será realizado em s-Hertogenbosch, na Holanda, a partir de segunda-feira (12), em quadra de grama – a primeira de duas competições que servem de preparação para o Torneio de Wimbledon, no início de julho. A outra será em Halle, na Alemanha, a partir do dia 19.

Melo e Kubot são eliminados de Roland Garros em jogo equilibrado

Melo disputará dois torneios na Alemanha (Foto: Divulgação)
Marcelo Melo e Lukasz Kubot estão fora de Roland Garros. Nesta sexta-feira (2), em um jogo muito equilibrado, com 1h59min, a dupla foi derrotada em Paris, na França, pelo norte-americano Ryan Harrison e o neozelandês Michael Venus, por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 6/7(5-7) e 6/3.

Agora, o brasileiro Melo e o polonês Kubot começam a se preparar para a disputa de dois torneios a partir do dia 12, um na Holanda, outro na Alemanha: Ricoh Open, em s-Hertogenbosch, e Gerry Weber Open, em Halle. Na sequência, no início de julho, jogam em Wimbledon.

“Eles sacaram muito bem, não nos dando muita chance de devolver. E isso acabou deixando nossos adversários mais tranquilos nos games de devolução. Formam uma dupla perigosa, jogam muito rápido e estavam acertando tudo. Nós não tivemos muito o que fazer para tentar mudar o resultado”, analisou o mineiro Melo, logo após a partida.

Cabeças de chave quatro do torneio, Melo e Kubot tiveram seu melhor momento no segundo set, quando disputaram um difícil tie break e o brasileiro sacou bem para fechar em 7/6 com 7/5.

Mas, quem começou melhor o jogo foi a dupla adversária, que venceu com 6/4. Melo e Kubot perderam o saque logo no primeiro game da partida e não tiveram chances de devolver a quebra. Aí veio o segundo set e a expectativa de que Melo e Kubot pudessem repetir a estreia e conseguir uma vitória de virada.

Ganharam a série, mas no terceiro set, mais uma vez, Harrison e Venus sacaram de forma muito consistente e não deram chances de reação. Eles quebraram o serviço da dupla Melo/Kubot para fazer 4/2, abrir 5/2, fechando depois em 6/3 para garantir um lugar nas oitavas de final em Paris. Agora terão pela frente os indianos Purav Raja e Divij Sharan.

Dois títulos e a 400ª vitória na carreira – Nesta temporada, ao lado de Kubot, Melo soma 20 vitórias, incluindo a 400ª de sua carreira obtida na quarta-feira (31), em Paris, e os títulos de dois Masters 1000: Miami e Madri. É o brasileiro com mais títulos de Masters 1000 na carreira. Em Madri chegou ao sétimo, depois de ganhar Shangai (2013 e 2015), Paris (2015), Toronto (2016), Cincinnati (2016) e Miami (2017). No total, Melo tem 24 títulos na carreira. Ele foi campeão do torneio de Roland Garros, em 2015, ao lado do croata Ivan Dodig, com quem chegou à semifinal no ano passado.

Atualmente, Melo ocupa o quarto lugar no ranking individual de duplas – é o brasileiro mais bem colocado. Kubot é o atual décimo do mundo. Eles lideram o ATP Doubles Team Race to London, que define as oito melhores parcerias de 2017 para disputar o ATP Finals, no encerramento da temporada.

A disputa em Roland Garros faz parte de uma gira europeia que conta com seis torneios: começou por Madri, com o título do Mutua Madrid Open; passou por Roma – com Melo e Kubot sendo eliminados nas quartas de final; depois por Paris e, na sequência, terá Ricoh Open (em s-Hertogenbosch, na Holanda), Gerry Weber Open (em Halle, na Alemanha) e Wimbledon.