Melo e Kubot vencem na estreia em Wimbledon

Marcelo ganha a primeira e está invicto na grama em 2017 (Foto: Divulgação)
Uma grande atuação, com muito entrosamento e confiança, sem dar chances aos adversários. A dupla Marcelo Melo e Lukasz Kubot repetiu nesta quarta-feira (5), em Londres, as ótimas partidas que tem disputado em quadra de grama e estreou com vitória no tradicional torneio de Wimbledon, terceiro Grand Slam do ano. Eles venceram os holandeses Wesley Koolhof e Matwe Middelkoop por 3 sets a 0, com parciais de 6/4, 6/0 e 6/3, em apenas 1h22, mantendo a invencibilidade nesse piso na temporada. A dupla holandesa havia eliminado Melo e Kubot nas quartas-de-final do ATP 500 de Roterdã, na Holanda, em fevereiro deste ano.

Agora, na segunda rodada no All England Club, Melo e Kubot – cabeças de chave número quatro do torneio e atual parceria número um do mundo – enfrentarão Philipp Petzschner (ALE) e Alexander Peya (AUT), partida que deve ser programada para este sábado (8).

O jogo desta quarta-feira começou equilibrado, com as duas duplas mantendo os seus serviços até o décimo game, quando Melo e Kubot conseguiram o break para marcar 6/4 e fechar o primeiro set.

Eles voltaram sacando para a segunda série e foram arrasadores. Com quebras em todos os games pares, Melo e Kubot marcaram 6/0 e mostraram, mais uma vez, toda a confiança que a dupla tem apresentando na grama nestas últimas semanas, com a conquista de dois títulos, na Holanda e na Alemanha.

O começo do terceiro set novamente mostrou equilíbrio. Mas, Melo e Kubot mantiveram seu saque e o controle da partida, até a quebra no oitavo game, para fazer 5/3 e sacar para fechar em 6/3, vencendo na estreia em Wimbledon.

“Conseguimos jogar mais uma vez muito bem e aproveitar nosso ritmo na grama. Era uma dupla perigosa e tivemos de ficar muito atentos desde o começo e, depois que vencemos o primeiro set, saímos já aproveitando as chances e com a liderança pudemos concluir. É muito importante uma atuação assim na primeira rodada, que geralmente é uma partida mais complicada, especialmente com uma dupla como essa. Estamos muito felizes pela forma com que temos atuado. Demos o primeiro passo. Agora é seguir firme, pensando jogo a jogo”, afirma Marcelo, que tem o patrocínio de Centauro, BMG e Itambé, com apoio da Confederação Brasileira de Tênis (CBT).

Números superlativos na temporada e na carreira – O mineiro Marcelo Melo joga em Wimbledon como número 3 no ranking mundial individual de duplas, somando 7400 pontos. O líder, o finlandês Henri Kontinen, tem 7.900. Seu parceiro, o polonês Lukasz Kubot, é o atual número 8 do mundo. Juntos, Melo e Kubot são os atuais líderes do ATP Doubles Team Race to London, que define as oito melhores parcerias de 2017 para disputar o ATP Finals. Eles somam 4160 pontos – 810 pontos a frente da dupla segunda colocada, Henri Kontinen (FIN) e John Peers (AUS), com 3350.

A dupla número 1 do mundo tem 29 vitórias na temporada, incluindo a 400ª da carreira de Melo, obtida na estreia em Roland Garros, e apenas 9 derrotas. Conquistaram os títulos de dois Masters 1000 – Miami (Quadra Rápida) e Madri (Saibro) –, o ATP 250 de ‘s’Hertogenbosch, na Holanda (Grama) e o ATP 500 de Halle, na Alemanha (Grama).

Na carreira, Melo soma 26 campeonatos, recorde entre os brasileiros ao lado de Bruno Soares. E também lidera no número de títulos em Masters 1000. Em Madri chegou ao sétimo, depois de ganhar Shangai (2013 e 2015), Paris (2015), Toronto (2016), Cincinnati (2016) e Miami (2017).

Melo e Kubot estreiam contra dupla holandesa nesta quarta-feira em Wimbledon

Melo e Kubot estão invictos na grama (Foto: Gerry Weber Open_Ket)
A dupla Marcelo Melo e Lukasz Kubot entra na quadra do All England Club nesta quarta-feira (5), para sua estreia no tradicional torneio de Wimbledon, terceiro Grand Slam da temporada. Os adversários são os holandeses Wesley Koolhof e Matwe Middelkoop. Será a quarta partida programada para a quadra 4, com início por volta das 12h (horário de Brasília).

Cabeças de chave número 4 em Wimbledon e atual dupla número um do mundo, Melo e Kubot chegam a Londres invictos em quadra de grama nesta temporada, após conquistar dois torneios como preparação, na Holanda e na Alemanha, no mês passado, resultados que os colocam como destaques para a disputa deste ano.

“Estamos vindo de dois títulos e ótimas vitórias na grama, que nos deram muita confiança, isso chama a atenção para nós, mas não considero que vamos começar o torneio como favoritos. A chave de Wimbledon tem duplas bem perigosas em pisos rápidos como a grama, que estão também jogando muito bem. Importante é manter a calma, o foco, como fizemos antes dessas conquistas, evoluindo passo a passo”, explica Marcelo, que tem o patrocínio de Centauro, BMG e Itambé, com apoio da Confederação Brasileira de Tênis (CBT).

Marcelo não esconde que Wimbledon é seu torneio favorito e quer muito um título em Londres. “Aqui tem toda uma tradição, todos de branco, um respeito, um templo do tênis. O título em Wimbledon é muito especial. Posso dizer que praticamente todos os jogadores sonham com essa conquista. Gosto muito de jogar na grama. Fizemos uma excelente preparação e, sem dúvida, vamos com tudo em busca desse objetivo, de um grande resultado, usando dessa confiança que conquistamos nas semanas anteriores”, completa Marcelo, vice-campeão em Wimbledon em 2013, jogando com o croata Ivan Dodig.

Quatro títulos em três pisos no primeiro semestre – Duas conquistas em quadra de grama, um título no saibro e outro em piso rápido. A dupla Melo/Kubot já levantou quatro troféus em três diferentes pisos neste primeiro semestre de 2017. E o mineiro Melo joga em Wimbledon como número 3 no ranking mundial individual de duplas, somando 7400 pontos. O líder, o finlandês Henri Kontinen, tem 7.900. Seu parceiro, o polonês Kubot, é o atual número 8 do mundo.

Melo e Kubot são os atuais líderes do ATP Doubles Team Race to London, que define as oito melhores parcerias de 2017 para disputar o ATP Finals. Eles somam 4160 pontos – 810 pontos a frente da dupla segunda colocada, Henri Kontinen (FIN) e John Peers (AUS), com 3350.

Números superlativos na temporada e na carreira –  A dupla número 1 do mundo tem 28 vitórias na temporada, incluindo a 400ª da carreira de Melo, obtida na estreia em Roland Garros, e apenas 9 derrotas. Conquistaram os títulos de dois Masters 1000 – Miami (Quadra Rápida) e Madri (Saibro) –, o ATP 250 de ‘s’Hertogenbosch, na Holanda (Grama) e o ATP 500 de Halle, na Alemanha (Grama).

Na carreira, Melo soma 26 campeonatos, recorde entre os brasileiros ao lado de Bruno Soares. E também lidera no número de títulos em Masters 1000. Em Madri chegou ao sétimo, depois de ganhar Shangai (2013 e 2015), Paris (2015), Toronto (2016), Cincinnati (2016) e Miami (2017).