Melo e Kubot vão em busca do título na Holanda

Melo, comemorando vaga na final (Foto: Rudy Trindade/Themapress)
Marcelo Melo e Lukasz Kubot disputam neste sábado (17), em ‘s-Hertogenbosch, na Holanda, a final do Ricoh Open. Em busca do título do ATP 250, os cabeças de chave número 1 entram na quadra para enfrentar a dupla formada pelo sul-africano Raven Klaasen e o norte-americano Rajeev Ram, cabeças 2 do torneio, em um jogo que promete ser muito disputado. A final de duplas do Ricoh Open está marcada para a quadra 1, com início por volta das 10h (horário de Brasília).

Nesta sexta-feira (16), em jogo válido pelas semifinais, o brasileiro Melo e o polonês Kubot venceram o também brasileiro André Sá e o neozelandês Michael Venus – atual campeão de Roland Garros -, de virada, por 2 sets a 1, com parciais de 6/7 (5-7), 6/4 e 10/5, em 1h27, para garantir vaga na decisão. Eles estão em busca do terceiro título na temporada – já venceram os Masters 1000 de Miami e Madri.

A série inicial da semifinal foi bastante equilibrada, com as duas duplas mantendo seus serviços e a definição em um tie break muito disputado. Sá e Venus levaram a melhor e fecharam a série em 7/6, com 7-5. Até então, Melo e Kubot não haviam perdido nenhum set no torneio.

A dupla Melo/Kubot voltou à quadra disposta a buscar a reação no segundo set. E conseguiu. Mais uma vez, uma série equilibrada. Eles quebraram o serviço de Sá e Venus no quinto game, mas os adversários devolveram o break.

No game de número nove, Melo e Kubot voltaram a quebrar e, desta vez, mantiveram o serviço na sequência para marcar 6/4 e levar o jogo para o terceiro e decisivo set.

Na terceira série, Melo e Kubot conseguiram impor seu ritmo de jogo e foram abrindo vantagem, chegando a 9/5, com quatro match points, para fechar em 10/5 e comemorar um lugar na final deste sábado na Holanda.

“Estou muito feliz em chegar a mais esta final com o Lukasz. As coisas estão caminhando muito bem, como planejamos. Viemos para nos adaptar à grama e temos tido ótimos resultados. O jogo foi muito duro e estamos muito felizes por ter conseguido superar situações adversas nesta semifinal e pela vaga na final. É sempre chato enfrentar um amigo, como o André Sá, mas um tem de vencer”, afirma Marcelo, que conta com o patrocínio de Centauro, BMG e Itambé, com apoio da Confederação Brasileira de Tênis (CBT).

Melo e Kubot confirmam favoritismo e estão nas semifinais na Holanda

Marcelo, contente com evolução na grama (Foto: Divulgação)
A dupla Marcelo Melo e Lukasz Kubot venceu nesta quinta-feira (15) o mexicano Santiago Gonzalez e o canadense Adil Shamasdin para garantir um lugar nas semifinais do Ricoh Open. O ATP 250 está sendo disputado em ‘s-Hertogenbosch, na Holanda. Melo e Kubot, cabeças de chave 1 do torneio, confirmaram o favoritismo, impondo seu ritmo de jogo desde o início e ganhando com facilidade por 2 sets a 0, parciais de 6/2 e 6/2, em apenas 47 minutos de partida.

Agora, eles voltam à quadra de grama nesta sexta-feira (16) em busca de um lugar na final, enfrentando o brasileiro André Sá e o neozelandês Michael Venus, que passaram por Jean-Julien Rojer (Holanda) e Horia Tecau (Romênia) por 2 sets a 1 (3/6, 6/3 e 10/8). Venus foi campeão de duplas em Roland Garros, na França. O jogo, o segundo do dia na quadra 2, deve ter início por volta das 11h da manhã (horário de Brasília).

Assim como no jogo de estreia, o mineiro Melo e o polonês Kubot impuseram o seu ritmo logo no início do primeiro set, sem dar chances de reação aos adversários. Eles quebraram o serviço de Gonzalez e Shamasdin no terceiro game para fazer 2/1, confirmaram o saque para abrir 3/1 e conseguiram mais um break, marcando 5/2 e fechando a série em 6/2, após 25 minutos.

Um domínio que continuou no começo do segundo set, quando Melo e Kubot quebraram o serviço logo no primeiro game e, na sequência, chegaram a 2/0, mantendo o seu saque. Em nenhum momento da partida tiveram o seu favoritismo ameaçado por Gonzalez e Shamasdin. Com novo break no sétimo game, eles abriram 5/2 e, aí, foi só confirmar o serviço para fazer 6/2, em 22 minutos, e comemorar a vaga nas semifinais.

“Nós conseguimos jogar novamente muito bem. A diferença em relação à primeira rodada é que mantivemos a qualidade do primeiro ao último ponto. Isso mostra evolução na grama já nesta segunda partida, o que é muito importante. Estou muito feliz, com mais um jogo ideal. Realmente, é a maneira como temos de jogar. Espero que possamos continuar assim, evoluindo a cada dia, para chegar com muita confiança no final da sequência de grama, no torneio de Wimbledon”, explicou Marcelo, que tem o patrocínio de Centauro, BMG e Itambé, com apoio da Confederação Brasileira de Tênis (CBT).

Série de torneios na grama – Este é o primeiro de dois torneios em quadra de grama que Melo e Kubot disputam antes de Wimbledon, terceiro Grand Slam da temporada, no início de julho, em Londres. Na próxima semana, eles participam do Gerry Weber Open – ATP 500, na cidade de Halle, na Alemanha.