Melo e Kubot estreiam contra dupla colombiana na madrugada desta terça-feira em Beijing

Melo, Kubot e equipe em Beijing (Foto: Divulgação)
A dupla Marcelo Melo e Lukasz Kubot enfrenta os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah, em sua estreia no China Open, torneio ATP 500 que está sendo disputado na cidade de Beijing, na China. A partida, válida pela primeira rodada, será realizada na Quadra 7, com início na madrugada desta terça-feira (3), a partir das 3h (horário de Brasília).

Melo e Kubot jogam como cabeças de chave número dois do China Open. No ranking mundial individual de duplas, o mineiro ocupa o terceiro lugar, enquanto seu parceiro polonês é o quarto. Juntos, Melo e Kubot lideram o ATP Doubles Team Race to London, já classificados para o ATP Finals, que reúne as oito melhores parcerias do ano, em novembro, em Londres, na Inglaterra.

Este é o segundo de um total de três torneios que Melo disputará na China, todos em piso duro. No primeiro, em Shenzhen, na semana passada, ele jogou em dupla com o amigo alemão Alexander Zverev. Agora, retoma a parceria fixa com Kubot para entrar na quadra em Beijing e, na sequência, em Xangai, onde a partir do dia 9 será realizado o Shanghai Rolex – Masters 1000. No ano passado, ao lado do então parceiro, o croata Ivan Dodig, Melo chegou às semifinais em Beijing.

“Eu e o Kubot voltamos a nos reunir e estamos confiantes e bem preparados para conseguir uma boa participação tanto aqui em Beijing, como depois em Xangai. Agora é focar nessa estreia, em busca da primeira vitória”, afirma Marcelo, que tem o patrocínio de Centauro, BMG e Itambé, com apoio da Confederação Brasileira de Tênis. Será a segunda vez que eles enfrentam os colombianos nesta temporada – no início do ano Cabal e Farah venceram pela primeira rodada do Sydney International, na Austrália.

Melo e Zverev decidem pela desistência na China

Melo aproveitou para fazer exercícios físicos com Chris (Foto: Divulgação)
A dupla Marcelo Melo e Alexander Zverev teve de desistir da disputa das quartas de final do Shenzhen Open, nesta quinta-feira (28), torneio ATP 250 que está sendo realizado em Shenzhen, na China. Após quase três horas de partida, pela chave de simples, para vencer o belga Steve Darcis, o desgaste de Zverev impediu que pudesse voltar à quadra para o jogo de duplas, mesmo após um período de descanso. Com isso, Melo e Zverev perderem por WO para o brasileiro André Sá e o israelense Dudi Sela.

“Depois de uma partida exaustiva, o Zverev disse que não teria condições de jogar a dupla. Estava muito quente e úmido por aqui, aumentando ainda mais o cansaço e o desgaste. Ele ficou muito chateado, pediu muitas desculpas, pois queria muito continuar jogando comigo. Mas, realmente não conseguiria. O clima aqui está bem complicado, nunca tinha visto um lugar tão úmido”, explicou Marcelo, que tem o patrocínio de Centauro, BMG e Itambé, com apoio da Confederação Brasileira de Tênis.

Já que não entrou em quadra, Melo decidiu aproveitar o final da quinta-feira na China e fazer uma atividade física, por volta das 23 horas (horário de Shenzhen), com seu preparador físico Chris Bastos, que o acompanha nessa série de disputas por cidades chinesas. “Vou me exercitar um pouco, para não perder o dia. Depois é pensar nos próximos torneios aqui na Ásia”, completou.

Marcelo Melo – terceiro no ranking mundial individual de duplas – e o alemão Alexander Zverev – quarto do mundo no ranking de simples da ATP – são grandes amigos e decidiram jogar juntos pela primeira vez em Shenzhen. Na estreia, nesta quarta-feira (27), derrotaram o chileno Hans Podlipnik-Castillo e o bielorusso Andrei Vasilevski.

Agora, Melo disputará mais dois torneios na China – Beijing e Xangai, a partir da semana que vem, voltando a formar parceria fixa com o polonês Lukasz Kubot. Eles jogarão o China Open (ATP 500), a partir desta segunda-feira (2), em Beijing, e o Shanghai Rolex Masters (Masters 1000), que começa no dia 9 de outubro, em Xangai.

Juntos, Melo e Kubot lideram o ATP Doubles Team Race to London, já classificados para o ATP Finals, que reúne as oito melhores parcerias do ano, em novembro, em Londres, na Inglaterra. Kubot ocupa o quarto lugar no ranking mundial individual de duplas.