Melo e Kubot estreiam nesta segunda-feira em Washington

Após título em Wimbledon, Marcelo inicia série de torneios em quadra rápida (Foto: Cristiane Mattos / Divulgação)
Marcelo Melo e Lukasz Kunot voltam nesta segunda-feira (31) às quadras. Depois da conquista do inédito título em Wimbledon, a dupla estreia no Citi Open – ATP 500, que está sendo disputado esta semana em Washington, nos Estados Unidos. A partida, válida pela primeira rodada, será às 17h (horário de Brasília), diante do sueco Robert Lindstedt e do austríaco Dominic Thiem.

Antes de chegar a Washington para o primeiro de uma série de três torneios em quadra rápida, como preparação para o US Open (último Grand Slam da temporada, no final de agosto), Melo treinou na semana passada em Wesley Chapel, na Flórida, no Centro de Treinamento de Saddlebrook, preparando-se para a disputa.

Melo e Kubot são os cabeças de chave número 2 do Citi Open. Eles vêm de uma campanha invicta em quadras de grama, com 14 vitórias e três conquistas nesse piso, em uma trajetória que começou na Holanda, passou pela Alemanha e terminou de forma brilhante em Londres, com o título de Wimbledon. Agora, eles vão em busca dos resultados nas quadras rápidas.

Marcelo é o atual número 1 do ranking mundial individual de duplas. Além disso, junto com Kubot, lidera com folga o ATP Doubles Team Race to London, que define as oito melhores parcerias de 2017 para disputar o ATP Finals, já tendo garantido antecipadamente a vaga.

Próximos torneios – A programação de Marcelo Melo nas próximas semanas terá o Coupe Rogers (ATP 1000), com início dia 7 de agosto, em Montreal, no Canadá; Western&Southern Open (ATP 1000), em Cincinatti (EUA), dia 14 de agosto; e o US Open, em Nova Iorque (EUA), de 28 de agosto a 10 de setembro.

Marcelo Melo viaja para os Estados Unidos e inicia preparação para o US Open

Pose tradicional com o troféu de Wimbledon (Foto: Cristiane Mattos / Divulgação)
Marcelo Melo retornou ao Brasil na semana passada, trazendo o título de duplas do torneio de Wimbledon e a liderança do ranking mundial. No País, ao longo desses dias, falou de toda a emoção da conquista, cumpriu diferentes compromissos e, de volta para casa, aproveitou os momentos com a família, em Belo Horizonte (MG). Agora, nesta segunda-feira (24), viajou novamente, seguindo para os Estados Unidos. Primeiro, para treinos em Miami, na Flórida. Na sequência, para Washington, onde a partir do dia 31 deste mês disputa o Citi Open – ATP 500, ao lado do parceiro, o polonês Lukasz Kubot. Será o primeiro de três torneios em preparação para o último Grand Slam da temporada, o US Open, no final de agosto.

“Washington é o início de uma série de três torneios em quadra rápida, visando o US Open. Depois do Citi Open, onde jogaremos na semana que vem, teremos Montreal, no Canadá, e Cincinnati, novamente nos Estados Unidos. Mais uma vez, como fizemos antes de Wimbledon, estaremos seguindo uma preparação, um passo a passo, jogo a jogo, em busca dos melhores resultados, tentando repetir o que conseguimos na sequência de disputas na grama”, explica Marcelo, que tem o patrocínio de Centauro, BMG e Itambé, com apoio da Confederação Brasileira de Tênis. “Será um calendário puxado, pois logo após essa sequência, em setembro, estarei disputando a Copa Davis pelo Brasil, ao lado do Bruno Soares, no Japão”, completa.

Assim, Marcelo retoma a rotina de viagens, treinos e jogos pouco mais de uma semana depois de ter conquistado o seu grande sonho na carreira, o título do tradicional torneio de Wimbledon. Em Londres, ele também voltou ao primeiro lugar no ranking mundial individual de duplas, posição que havia ocupado em 2015/2016. Além disso, junto com Kubot, lidera com folga o ATP Doubles Team Race to London, que define as oito melhores parcerias de 2017 para disputar o ATP Finals, já tendo garantido antecipadamente a vaga. Melo passou, também, a ser recordista isolado de títulos entre os brasileiros, somando um total de 27 na carreira.

Ao longo desses dias, Melo – que agora tem dois títulos de Grand Slam (foi campeão em Roland Garros 2015) -, comemorou muito todas as conquistas e pode sentir quanto um título em Wimbledon é especial e muda a vida de quem passa a fazer parte da história do tradicional torneio inglês.

“Desde o título, eu estou sendo mais reconhecido pelas pessoas. Foi assim no avião, quando bateram palmas para mim, na imigração, nas ruas, nas duas entrevistas coletivas que fiz em São Paulo e Belo Horizonte, quando atendi dezenas de fãs, que pediram autógrafos e para tirar fotos. Wimbledon é Wimbledon, muito especial em tudo. Na emoção, na comemoração e no quanto as pessoas têm me cumprimentado. Fico feliz por tudo isso, por esse grande momento que estou vivendo. Agora é pensar nas próximas metas, começando pelo US Open”, observa.

Próximos torneios – A programação de Marcelo Melo nas próximas semanas terá o Citi Open (ATP 500), a partir do dia 31 deste mês, em Washington (EUA); Coupe Rogers (ATP 1000), com início dia 7 de agosto, em Montreal, no Canadá; Western&Southern Open (ATP 1000), em Cincinatti (EUA), dia 14 de agosto; e o US Open, em Nova Iorque (EUA), de 28 de agosto a 10 de setembro.