Marcelo Melo treina em Criciúma (SC) para confronto da Copa Davis contra Barbados

Marcelo, adaptando-se ao saibro na cidade catarinense (Foto: Divulgação)
A semana será de Copa Davis para o mineiro Marcelo Melo. Nesta sexta-feira (13) e no sábado (14), o Brasil enfrentará Barbados, em confronto válido pelo Zonal Americano I, no saibro da Sociedade Recreativa Mampituba, em Criciúma (SC). Marcelo, que formará dupla com o também mineiro Bruno Soares, já está na cidade catarinense, integrado ao Time Brasil, treinando para a disputa. Será sua 23ª partida de duplas na Davis – tem também uma de simples -, defendendo o País desde 2008, sempre com a mesma emoção e motivação.

“A Davis é uma competição muito legal, especial. Ainda mais quando se joga em casa, com a torcida, calorosa, que ajuda a gente sempre. É uma disputa pelo time, por equipe, em que precisamos ser convocados. Então, fico sempre muito feliz em defender o Brasil”, afirma Marcelo, patrocinado por Centauro, BMG, Itambé e Taroii, com apoio da Volvo, Orfeu Cafés Especiais, VOSS e Confederação Brasileira de Tênis.

Marcelo vem da gira em quadra dura, antes jogou na grama, mas com os treinamentos desta semana, garante que estará adaptado ao saibro para o confronto. “Teremos cinco, seis dias de treinos para a adaptação à quadra. E eu e o Bruno já jogamos inúmeras vezes juntos, sabemos o que cada um faz. Eles contarão com o Darian King, um belo jogador. A Davis é uma motivação extra para todos, o ranking não interessa tanto. Então temos de estar preparados”, observa Marcelo, que ainda exibe no supercílio a marca dos pontos que levou, em função de uma raquetada, antes do jogo das oitavas de final do US Open, em Nova Iorque (EUA).

Será a estreia de Jaime Oncins como capitão da equipe na Copa Davis. Além de Marcelo e Bruno nas duplas, o Brasil terá o cearense Thiago Monteiro, o mineiro João Menezes e o paranaense Thiago Wild. Os jovens Felipe Meligeni Alves e Pedro Boscardin integram o grupo para treinamentos. O sorteio da ordem dos jogos será na quinta-feira (12).

Melo e Kubot sobem uma posição na Corrida para Londres – Após a disputa do US Open – chegaram até as oitavas de final -, Marcelo Melo e Lukasz Kubot subiram uma posição e, agora, estão em segundo lugar na Corrida para Londres, torneio que reunirá as oito melhores parcerias da temporada, em novembro, na Inglaterra. Eles somam 3.445 pontos, atrás apenas dos colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah, com 7.940. No ranking mundial individual de duplas, Melo é o quinto colocado, com 5.370 pontos. Kubot aparece em quarto, com 5.550.

Melo e Kubot param nas oitavas de final do US Open

O próximo torneio da dupla será na China, no final do mês (Foto: Divulgação)
Marcelo Melo e Lukasz Kubot pararam nas oitavas de final do US Open. Neste domingo (1º), na terceira rodada do torneio, o argentino Leonardo Mayer e o português João Sousa marcaram 2 sets a 0, parciais de 7/6 (7-2) e 6/3, em 1h35min. Cabeças de chave número 2 e vice-campeões do ano passado, Melo e Kubot vinham de seis vitórias seguidas – quatro com a conquista do título no ATP 250 de Winston-Salem e duas no Grand Slam, em Nova Iorque (EUA).

Melo e Kubot entraram na quadra motivados pelas duas ótimas atuações, na estreia e na segunda rodada desta edição do US Open. Depois de um início equilibrado, conseguiram a quebra no nono game, fazendo 5/4, sacando na sequência para fechar o set. Chegaram a ter dois set points, mas Mayer e Sousa reagiram e devolveram o break, empatando em 5/5. A definição foi para o tie-break e os adversários levaram a melhor, marcando 7/6 (7-2) para sair na frente no jogo.

Na segunda série, Mayer e Sousa quebraram no terceiro game, 2/1, abrindo na sequência 3/1. Melo e Kubot foram em busca da reação. Mas, os adversários administraram a vantagem. No nono game, os cabeças de chave número 2 chegaram a salvar dois match-points, antes que Mayer e Sousa fechassem em 6/3, com mais um break, para seguir no US Open.

O próximo torneio de Melo e Kubot será no final deste mês, a partir do dia 30, na China, o ATP 500 de Beijing. E Marcelo estará representando o Brasil na Copa Davis, nos dias 13 e 14, diante de Barbados.

“Uma pena. Quadra estava lotada hoje, valeu pela torcida. Agora é seguir”, afirmou Marcelo, patrocinado por Centauro, BMG, Itambé e Taroii, com apoio da Volvo, Orfeu Cafés Especiais, VOSS e Confederação Brasileira de Tênis, que antes do jogo teve de dar três pontos no supercílio, por ter acertado com a raquete durante o aquecimento.