Melo e Demoliner param na estreia nos Jogos Olímpicos de Tóquio

O foco de Marcelo Melo agora é a dupla mista (Foto Gaspar Nóbrega / COB)
Em um jogo muito equilibrado, definido nos detalhes, o mineiro Marcelo Melo e o gaúcho Marcelo Demoliner pararam na estreia nos Jogos Olímpicos de Tóquio, adiando o sonho da conquista de uma medalha olímpica nas duplas masculinas. Os croatas Nikola Mektic e Mate Pavic – cabeças de chave 1 – marcaram 2 sets a 0, parciais de 7/6 (8-6) e 6/4, em 1h37min, no Ariake Tennis Park, neste sábado (24), no Japão. Melo e Demoliner formaram a dupla nesta semana, já na capital japonesa, após o mineiro Bruno Soares ter de se retirar da disputa por causa de um apendicite.

Melo – que tem o patrocínio de Centauro e BMG, com apoio da Volvo, Head, Voss, Foxton, Asics, Bolsa Atleta e Confederação Brasileira de Tênis – aguarda agora a definição da chave de duplas mistas, para jogar ao lado da paulistana Luisa Stefani, a partir da próxima semana.

Um primeiro set sem quebras levou a definição para o tie-break. Melo e Demoliner começaram muito bem e abriram 5/0. Mas, a partir daí, os croatas foram em busca da reação. E conseguiram igualar, 5/5, e virar, marcando 8-6 para sair na frente no jogo. No segundo set, novamente equilíbrio. Melo e Demoliner tiveram a chance de quebra no nono game, mas Mektic e Pavic salvaram os dois break-points, fizeram 5/4, para na sequência quebrar e vencer por 6/4.

Em Tóquio, Melo disputa a sua quarta Olimpíada. Já esteve em Pequim-2008 (com André Sá) e em Londres-2012 e Rio-2016 (ao lado de Bruno Soares). Com Demoliner, que está nos Jogos pela primeira vez, formou dupla pelo Brasil na Copa Davis, em 2018.

O Time Brasil está em Tóquio com seis representantes. Além de Melo e Demoliner, nas duplas masculinas, as paulistas Luisa Stefani e Laura Pigossi jogam nas duplas femininas. O mineiro João Menezes e o cearense Thiago Monteiro, nas simples.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *