Marcelo Melo joga o Australian Open com o romeno Horia Tecau

Treinando em Belo Horizonte com o preparador físico Chris Zogno (Foto: Divulgação)
O mineiro Marcelo Melo iniciará a temporada na Austrália ao lado do romeno Horia Tecau. E o motivo vem de fora das quadras: seu novo parceiro a partir de 2021, o holandês Jean-Julien Rojer, será pai em fevereiro e não viajará para Melbourne. Assim, Melo e Rojer começarão a jogar juntos após o Australian Open. Com Tecau, Marcelo disputará dois torneios: além do primeiro Grand Slam do ano, marcado para o período de 8 a 21 de fevereiro, antes formarão dupla no ATP 250, de 31 de janeiro a 6 de fevereiro, preparatório para o Australian Open, também em Melbourne.

“Vou jogar com o Tecau, por coincidência ex-parceiro do Jean-Julien, tanto no ATP 250, lá mesmo em Melbourne, como no Australian Open. Depois desses dois torneios, eu e o Jean-Julien iniciaremos então com muita motivação a nossa nova parceria”, afirmou Marcelo, que tem o patrocínio de Centauro, BMG e Itambé, com apoio da Volvo, Orfeu Cafés Especiais, Head, Voss, Foxton, Asics, Bolsa Atleta e Confederação Brasileira de Tênis.

Desde o final da temporada, Melo está em Belo Horizonte (MG) e vem treinando com o irmão e técnico, Daniel Melo, e com o preparador físico Chris Zogno, preparando-se para 2021, antes de viajar para o início das disputas do próximo ano. No ATP Finals, em novembro, Melo e o polonês Lukasz Kubot anunciaram o término da parceria de quatro anos.

Marcelo Melo encerrou 2020 empatado com Kubot na décima colocação do ranking mundial individual de duplas, com 5.700 pontos, e como a sétima melhor parceria de 2020, com 2.340 pontos. Esta é a oitava temporada seguida em que Marcelo termina entre os Top 10. No ano passado foi sétimo. Em 2018, nono do mundo, foi primeiro em 2017 e 2015, oitavo em 2016 e sexto colocado em 2013 e 2014.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *