Marcelo Melo busca primeiro título no US Open e o terceiro de Grand Slam

Dupla marcou 2 sets a 1 na semifinal (Foto: USTA / Pete Staples)
Com muita vibração, após quase três horas de uma difícil semifinal, Marcelo Melo e Lukasz Kubot comemoraram nesta quinta-feira (6) a vaga na final do US Open, derrotando Radu Albot, da Moldávia, e Malek Jaziri, da Tunísia, que vinham surpreendendo no torneio em Nova Iorque (EUA). Marcelo decidirá um Grand Slam pela quarta vez na carreira e a primeira no US Open, buscando seu terceiro título – foi campeão (2017) e vice (2013) em Wimbledon e campeão (2015) em Roland Garros. Kubot já foi campeão em Wimbledon (2017) e no Australian Open (2014). A decisão será nesta sexta-feira (7), às 13h (horário de Brasília).

Melo e Kubot – cabeças de chave número 7 – venceram Albot e Jaziri por 2 sets a 1, parciais de 7/6 (7-3), 3/6 e 6/3, em 2h46min, no Louis Armstrong Stadium, e enfrentam na decisão Mike Bryan e Jack Sock (EUA) – cabeças 3 -, que derrotaram Juan Sebastian Cabal e Robert Farah (Colômbia) – cabeças 5 – também por 2 a 1 (6-2, 6/7 (1-7) e 6/4).

“Estou muito feliz de chegar a esta final pela primeira vez aqui no US Open. Jogamos muito bem hoje. Agora é comemorar esta vitória e tranquilizar, para ir com força total amanhã (sexta) em busca desse título. Mais uma vez quero agradecer o apoio dos brasileiros, torcendo por nós”, comemorou Marcelo, que tem o patrocínio de Centauro, BMG e Itambé, com apoio da Confederação Brasileira de Tênis.

A vaga para a final foi conquistada em um jogo muito difícil e equilibrado, definido nos detalhes, diante de uma dupla que surpreendeu no torneio, entrando na chave em função da desistência dos espanhóis Pablo Carreño e Guillermo Garcia-Lopez e chegando até a semifinal. O primeiro set foi decidido apenas no tie break, quando Melo e Kubot impuseram seu favoritismo e, com confiança, não deram chances aos adversários, marcando 7/6 (7-3). Na segunda série, Albot e Jaziri acabaram levando a melhor e venceram por 6/3. No terceiro set Melo e Kubot voltaram a mostrar maior domínio, impondo seu favoritismo e, com um break no quarto game, abriram na sequência 4/1 para fechar a série em 6/3 e chegar à inédita decisão em Nova Iorque, para buscar o segundo título da dupla em Grand Slam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *