Depois da Davis, Marcelo Melo será embaixador do Roland-Garros Junior em Belo Horizonte

Marcelo treina para o confronto diante da Colômbia (Foto: Divulgação)
Marcelo Melo já está em Barranquilla, na Colômbia, onde nesta sexta-feira (6) e no sábado (7) o Brasil enfrenta a Colômbia pela Copa Davis, confronto que vale vaga no playoff do Grupo Mundial. Melo – número 1 do mundo do ranking individual de duplas e recém-eleito atleta do ano pelo COB – jogará com Marcelo Demoliner, repetindo a parceria que ajudou a equipe brasileira a passar pela República Dominicana, em fevereiro.

Da Davis, Melo segue para Belo Horizonte (MG) para participar, como embaixador do torneio, do lançamento do Roland-Garros Junior Wild Card Competition, no dia 11 deste mês, no Pampulha Iate Clube, quando serão sorteadas as chaves, em mais um momento muito especial na carreira do mineiro. A competição, entre os dias 12 e 15, reúne tenistas até 18 anos – no masculino e feminino – e classifica os campeões para disputar o qualifying juvenil de Roland Garros, em Paris, na França, no final de maio.

Orgulho em representar mais uma vez o Brasil – As partidas da Davis diante da Colômbia, pela segunda rodada do Zonal Americano, serão realizadas nas quadras rápidas do Parque Distrital de Raquetas. Melo e Demoliner enfrentarão, no sábado, a forte dupla colombiana formada por Juan-Sebastian Cabal e Robert Farah, vice-campeã do Aberto da Austrália.

Melo chegou na madrugada desta segunda-feira (2) em Barranquilla e à tarde já treinou para o confronto. “A quadra está muito boa, estádio novo, e é sempre um prazer jogar na Colômbia, onde já vim várias vezes. Agora é aumentar um pouco mais a cada dia, para chegar pronto para o confronto. Mais uma Copa Davis representando o Brasil, desta vez na Colômbia. Orgulho muito grande. Mais semana especial, em que fico muito feliz em ter a chance de estar aqui”, afirma Marcelo, que tem o patrocínio de Centauro, BMG e Itambé, com apoio da Confederação Brasileira de Tênis.

O Brasil – do capitão João Zwetsch e do técnico Daniel Melo – conta ainda, em Barranquilla, com Thiago Monteiro, Guilherme Clezar e João Sorgi, nas simples, além dos juvenis João Lucas Reis e João Victor Loureiro. Será o nono confronto entre os dois países e o Brasil venceu os oito já disputados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *