Melo/Kubot são eliminados por dupla cabeça 1 de Roma

Melo e Kubot, agora, vão se preparar para Roland Garros (Foto: Peter Staples/ATP World Tour/Getty Images)
A dupla Marcelo Melo (BRA)/Lukasz Kubot (POL) perdeu nesta sexta-feira (19) para o finlandês Henri Kontinen e o australiano John Peers, cabeças de chave número 1 do torneio, e está fora do Internazionali BNL D’Italia, o Masters 1000 de Roma. Kontinen e Peers venceram por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 7/6(8/6), em 1h36, partida válida pelas quartas de final. No tie-break da segunda série, Melo e Kubot chegaram a abrir 5/0, mas os adversários foram em busca da virada, garantindo a vaga nas semifinais.

Com a derrota, Melo deixou Roma e viajou já nesta sexta-feira de volta para o Brasil. Ele chega neste sábado (20) a Belo Horizonte (MG), descansa no final de semana e, na segunda-feira (22), retorna aos treinos visando o torneio de Roland Garros, que será realizado em Paris, a partir do dia 28 deste mês.

“Fico no Brasil até quinta-feira da próxima semana. Já nesta segunda-feira vou iniciar os treinos pensando em Roland Garros, nosso principal objetivo a partir de agora. Estamos jogando muito bem e isso nos dá confiança para buscar um grande resultado em Paris. Vamos seguir treinando com o mesmo foco para tentar ir o mais longe possível”, afirmou Marcelo, que tem o patrocínio de Centauro, BMG e Itambé, com apoio da Confederação Brasileira de Tênis (CBT).

Chances perdidas – Melo e Kubot – cabeças de chave 5 – vinham de ótimas atuações desde o Mutua Madrid Open, na semana passada, quando conquistaram o título sem perder um único set. Mas, nesta sexta-feira, no Foro Italico, não conseguiram aproveitar os momentos em que estiveram em vantagem para somar mais uma vitória e avançar na disputa.

No primeiro set, Kontinen e Peers quebraram o saque de Kubot no sétimo game. Fizeram 5/3 e logo fecharam em 6/4. A segunda série foi bastante equilibrada. Melo e Kubot venceram o serviço de Kontinen para abrir 4/2, mas os adversários devolveram a quebra em seguida no saque de Kubot. A partida ficou igual e, no 6/5, Melo e Kubot perderam um set point. Foram para o tie-break e abriram 5/0, dando a impressão que levariam o jogo para o terceiro set. Mas Kontinen e Peers reagiram de forma fulminante e fecharam o set desempate em 8/6, para comemorar um lugar na semifinal.

O mineiro Melo, que desde o início do ano forma parceria com o polonês Kubot, está disputando uma gira europeia que começou por Madri, seguiu para Roma e, agora, terá Roland Garros, Mercedes Cup (em Stuttgart, Alemanha), Gerry Weber Open (em Halle, Alemanha) e Wimbledon. Assim, a dupla volta suas atenções para a preparação para o Grand Slam em Paris, onde Melo foi campeão em 2015 ao lado do croata Ivan Dodig.

Dupla Melo/Kubot está nas quartas de final em Roma e enfrenta Kontinen/Peers

Melo pode chegar à liderança do ranking individual de duplas em Roma (Foto: Rudy Trindade/Themapress)

Com mais uma ótima atuação na temporada, o brasileiro Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot estrearam com vitória no Internazionali BNL D’Italia, o Masters 1000 de Roma, e garantiram vaga nas quartas de final. Sem dar chances chances aos adversários, a dupla cabeça de chave número 5 do torneio derrotou, nesta quinta-feira (18), o romeno Florin Mergea e o paquistanês Aisam Qureshi por 2 sets a 0 (6/2 e 6/3), em 67 minutos, na quadra 1 do Foro Italico.

Nesta sexta-feira (19), em busca de um lugar nas semifinais, Melo/Kubot enfrentam a dupla cabeça de chave 1, o finlandês Henri Kontinen e o australiano John Peers, que passaram pelo português João Sousa e o espanhol Fernando Verdasco também por 2 sets a 0 (7/5 e 7/5).

Melo ocupa o terceiro lugar no ranking individual de duplas – é o brasileiro mais bem colocado – e pode chegar à liderança em Roma. Kubot é o atual nono do mundo. A dupla Melo e Kubot é líder no ATP Doubles Team Race to London, que define as oito melhores parcerias de 2017 para disputar o ATP Finals, no encerramento da temporada.

Melo e Kubot voltaram a jogar muito bem e não tiveram problemas para vencer nas oitavas de final na Itália, após a conquista do título no Mutua Madrid Open, no domingo (14). No primeiro set, quebraram duas vezes o serviço dos adversários para marcar 6/2. Já na segunda série, mais duas quebras logo no início, chegando a 5/2. Kubot sacou para fechar o jogo, mas acabou tendo seu serviço quebrado. Na sequência, Melo e Kubot devolveram a quebra para fazer 6/3 e garantir a vitória. Assim como nas atuações em Madri, Melo manteve o seu serviço ao longo de todo o jogo.

“Começamos com o pé direito. Jogamos muito bem e conseguimos executar 100% do que tínhamos planejado. Mergea e Qureshi formam uma dupla bem perigosa, foram campeões em Barcelona, e todo cuidado era pouco. Valeu. Agora é focar nessa próxima partida. Estamos muito felizes com a forma como atuamos na estreia, depois do título em Madri. Vamos seguir com esta energia positiva e usar de toda a confiança em busca da vaga nas semifinais”, explicou Marcelo, que tem o patrocínio de Centauro, BMG e Itambé, com apoio da Confederação Brasileira de Tênis (CBT).