Marcelo Melo e Lukasz Kubot retomam a parceria e voltam em Roland Garros

Dupla com o troféu de Wimbledon, em 2017 (Foto: Divulgação)
A dupla Marcelo Melo e Lukasz Kubot está de volta. Após alguns meses separados, jogando o início da temporada 2021 com outros parceiros, o mineiro Melo e o polonês Kubot decidiram retomar a parceria encerrada no ano passado. O retorno será em Roland Garros. O Grand Slam, em Paris, na França, começa no dia 30 deste mês.

Uma dupla com quatro anos de muita história, conquistas, momentos marcantes, como o título de Wimbledon 2017, encerrada em uma despedida que emocionou a todos no ATP Finals de 2020. E que agora retorna em 2021, em um primeiro momento para a disputa de três torneios. Além de Roland Garros, no saibro, Melo e Kubot estarão juntos na grama no ATP 500 de Halle, na Alemanha, e em Wimbledon, em Londres, na Inglaterra.

“Acho que vai ser um retorno muito legal. Independentemente do encerramento da dupla no ano passado, eu e o Lukasz mantivemos uma boa relação de amizade pelo que fizemos juntos. Será uma energia muito boa, renovada, entre a gente”, afirma Marcelo, que tem o patrocínio de Centauro e BMG, com apoio da Volvo, Head, Voss, Foxton, Asics, Bolsa Atleta e Confederação Brasileira de Tênis.

“Nós dois enxergamos essa volta com bons olhos e com boa energia para tentar resgatar o que já fizemos. Nosso plano é jogar Roland Garros, Halle e Wimbledon, por enquanto, para então tomar decisões futuras”, completa.

Kubot também destaca esse retorno. “Estou muito feliz e empolgado por voltarmos a jogar juntos. Confio muito na nossa parceria”.

Melo começou o ano na Austrália jogando com o romeno Horia Tecau, até se juntar em março ao novo parceiro, o holandês Jean-Julien Rojer. Depois do ATP 500 de Barcelona, na Espanha, em abril, anunciaram o término da dupla. Nesses primeiros meses de 2021, Kubot esteve ao lado do também holandês Wesley Koolhof.

Desde que decidiu encerrar a parceria com Rojer, Melo jogou o ATP 250 de Munique ao lado do alemão Mischa Zverev e, na sequência, no Masters 1000 de Madri, na Espanha, entrou em quadra pela última vez com o holandês, chegando até as oitavas de final. No Masters 1000 de Roma, na Itália, formou dupla com o croata Marin Cilic. Daí para frente, Melo e Kubot estarão juntos novamente.

No ranking mundial individual de duplas da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), Melo está em 18º lugar, com 5.490 pontos. Kubot aparece em 17º, também com 5.490 pontos.

Melo e Cilic param na primeira rodada no Masters 1000 de Roma

Marcelo vai definir novo parceiro (Foto: Divulgação)
O mineiro Marcelo Melo e o croata Marin Cilic pararam na primeira rodada do Masters 1000 de Roma, na Itália. Nesta terça-feira (11), o alemão Kevin Krawietz e o romeno Horia Tecau – cabeças de chave 8 – marcaram 2 sets a 0, parciais de 6/4 e 6/2, em 1h03min.

A dupla foi formada para disputar o torneio no saibro italiano, enquanto Melo define o novo parceiro para a sequência da temporada europeia, em Roland Garros, Grand Slam com início programado para o dia 30 deste mês.

No set inicial, Melo e Cilic quebraram primeiro para fazer 2 a 0. Mas, os adversários devolveram na sequência. E, com novo break, no sétimo game, administraram a vantagem para fechar em 6/4. No segundo, também com duas quebras, fizeram 6/2 para seguir no torneio.

No ranking mundial individual de duplas da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), Melo – que tem o patrocínio de Centauro e BMG, com apoio da Volvo, Head, Voss, Foxton, Asics, Bolsa Atleta e Confederação Brasileira de Tênis – ocupa o 18º lugar, com 5.490 pontos.