Marcelo Melo entra na chave do Masters 1000 de Cincinnati, nos Estados Unidos

Melo treinou nos últimos dias de olho na vaga no torneio (Foto Thiago Ribeiro – @agothi21)
Marcelo Melo vai jogar o Masters 1000 de Cincinnati pela 13ª vez. O mineiro foi confirmado na chave de duplas após a desistência dos espanhóis Carlos Alcaraz e Pablo Carreño Busta. Melo disputará o torneio ao lado do também espanhol Roberto Bautista Agut – 19º colocado no ranking mundial de simples. Melo e Agut estreiam nesta quarta-feira (17), por volta de 21h (horário de Brasília), diante do mexicano Santiago Gonzalez e do francês Edouard Roger-Vasselin.

Primeiro na lista de alternates do torneio, Melo estava treinando em Cincinnati nesses últimos dias, aguardando a chance de entrar em quadra com Bautista, que joga, também, a chave de simples, como cabeça de chave número 15, com partida programada para esta quarta-feira diante do norte-americano Marcos Giron.

Melo tem um título em Cincinnati, em 2016, formando dupla com o croata Ivan Dodig. E fará parceria pela primeira vez no circuito com Bautista.

“Foram dias de muito treino por aqui. Agora, vamos que vamos para essa estreia”, afirma Marcelo, que tem o patrocínio de Centauro e BMG, com apoio da Volvo, Head, Voss e Asics.

Melo ocupa a 45ª colocação no ranking mundial individual de duplas divulgado nesta segunda-feira (15) pela Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), com 1.725 pontos.

Melo e Carreño Busta param na primeira rodada em Montreal, no Canadá

Melo jogou primeiro torneio com Carreño Busta (Foto Thiago Ribeiro – @agothi21)
A dupla Marcelo Melo e Pablo Carreño Busta parou na estreia do Masters 1000 de Montreal, no Canadá. Nesta quarta-feira (10), o uruguaio Ariel Behar e o equatoriano Gonzalo Escobar marcaram 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 7/6 (7-4), em 1h21min, para avançar no torneio. O mineiro e o espanhol jogaram juntos pela primeira vez.

“Não deu aqui em Montreal. Eles jogaram bem. Acho que o primeiro set acabamos usando para identificar a melhor maneira de jogar. A primeira vez em parceria com o Pablo. E aí já no segundo, quando encaixamos, estivemos bem melhor, tivemos chance de break. Poderia ter ido ao menos ao match tie-break”, explicou Marcelo, que tem o patrocínio de Centauro e BMG, com apoio da Volvo, Head, Voss e Asics.

“Isso às vezes acontece, quando não se tem o costume de atuar com o mesmo parceiro, quando se joga a primeira vez. Agora é ir amanhã (quinta-feira) para Cincinnati e treinar lá”, completou. O Masters 1000 de Cincinnati, nos Estados Unidos, começa neste domingo (14).

No primeiro set, os adversários quebraram duas vezes, no terceiro e no quinto games, para vencer por 6/2. O segundo set foi bem mais equilibrado, com as duas duplas salvando as chances de break. E, sem quebras, a definição foi para o tie-break, com vitória de Behar e Escobar por 7/6 (7-4).

Melo ocupa a 43ª colocação no ranking mundial individual de duplas divulgado nesta segunda-feira (8) pela Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), com 1.815 pontos.