Após cinco anos, dupla Marcelo Melo e Ivan Dodig está de volta ao circuito

Dodig e Melo comemoram título em Roland Garros, em 2015 (Foto Divulgação)
Marcelo Melo e Ivan Dodig voltam a jogar juntos a partir do mês de outubro, com a disputa do Masters 1000 de Indian Wells, nos Estados Unidos. O mineiro e o croata anunciaram nesta sexta-feira (10) o retorno da parceria. Melo e Dodig formaram dupla a partir de 2012, encerrada no ATP Finals de 2016.

“Estamos muito empolgados. Vamos buscar trazer todas as boas memórias que tivemos juntos. E criar novas e melhores daqui para frente. É um grande retorno para nós e vamos com tudo”, afirma Marcelo, que tem o patrocínio de Centauro e BMG, com apoio da Volvo, Head, Voss, Foxton, Asics, Bolsa Atleta e Confederação Brasileira de Tênis.

Juntos, Melo e Dodig comemoraram conquistas como o título de Roland Garros, em 2015, ano em que o mineiro assumiu pela primeira vez a liderança do ranking. Foram finalistas de Wimbledon, em 2013, e do ATP Finals, em 2014. Campeões em Masters 1000 – Cincinnati e Canadá (2016), Paris (2015) e Shanghai (2013). E do ATP 500 de Acapulco (2015).

Até este mês de setembro, Melo estava jogando com o polonês Lukasz Kubot, parceria retomada em junho, em Roland Garros, que terminou com a disputa do US Open.

No ranking mundial individual de duplas da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), Melo está em 20º lugar, com 4.880 pontos. Dodig, 36 anos, aparece em 12º, com 5.585.

Após o US Open, Melo e Kubot decidem não continuar a parceria

Dupla jogou em três Grand Slam na temporada, entre os quais Wimbledon (Foto Divulgação)
Marcelo Melo e Lukasz Kubot retomaram nesta temporada a parceria, para jogarem juntos de Roland Garros, no começo de junho, até o US Open, neste mês de setembro. Após disputarem o Grand Slam em Nova Iorque (EUA), o mineiro Melo e o polonês Kubot decidiram não continuar juntos. E Melo, agora, está definindo quem será o seu próximo parceiro.

“Tínhamos combinado de jogar até o US Open. E resolvemos não continuar. Nos próximos dias vou definir o meu novo parceiro”, afirma Marcelo, que tem o patrocínio de Centauro e BMG, com apoio da Volvo, Head, Voss, Foxton, Asics, Bolsa Atleta e Confederação Brasileira de Tênis.

Melo e Kubot disputaram três dos Grand Slam de 2021: além do US Open, em Nova Iorque, e de Roland Garros, em Paris, na França, estiveram no torneio de Wimbledon, em Londres, na Inglaterra. Jogaram também os Masters 1000 de Toronto, no Canadá, e Cincinnati e o ATP 250 de Winston-Salem, ambos nos Estados Unidos.

O mineiro e o polonês formaram parceria desde o início da temporada 2017, encerrada no final de 2020, e retomada entre os meses de junho e setembro deste ano. Antes, jogaram em torneios como o ATP 500 de Viena, em que foram campeões em 2015 e 2016.

No ranking mundial individual de duplas da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), Melo está em 20º lugar, com 4.880 pontos. Kubot aparece na 19ª colocação, também com 4.880.